“O fator presidente foi preponderante”, diz Mandetta sobre as 100 mil mortes

Para Luiz Henrique Mandetta, a postura de Jair Bolsonaro diante da pandemia de Covid-19 contribuiu para o país atingir a marca de 100 mil mortes.

“Houve uma série de fatores, mas o fator presidente foi preponderante. Ele deu argumento para as pessoas não ficarem em casa. Ele deu esse exemplo e serviu de passaporte para as pessoas aderirem politicamente a essa ideia”, disse à Folha.

“Foi uma somatória de fatores, mas principalmente liderados pela posição do governo, que trocou dois ministros e botou um terceiro que fez uma ocupação militar sem técnicos na Saúde.”

O Antagonista*

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.