Em Caicó, Câmara Setorial da Indústria reuniu setores produtivos do Seridó

0
83

O município de Caicó recebeu a Câmara Setorial da Indústria na última sexta-feira (14) para reunião ordinária que aconteceu na Agência de Desenvolvimento Sustentável do Seridó (ADESE). Foi a primeira vez que a Câmara se reuniu fora da capital potiguar. A oportunidade surgiu consonate à realização da primeira edição da FENECITI – Feira Regional de Negócios, Ciência, Tecnologia e Inovação, que ocorreu na sexta-feira (14) e sábado (15) na Ilha de Sant’Ana (Caicó-RN).

O objetivo proposto pelo secretário de desenvolvimento econômico Jaime Calado é prestigiar o protagonismo de cada região nos diferentes setores de atuação, observando as particularidades e necessidades dos diferentes polos.

Na pauta, um dos principais assuntos foi a produção têxtil da região Seridó. Segundo  o gerente do Escritório Regional do Sebrae em Caicó, Pedro Medeiros, a região é responsável por 60 das 108 oficinas de costura do Estado.

O presidente da Associação Seridoense de Confecções (ASCONF), Janúncio Nóbrega, explicou que no último ano foram injetados 76 milhões de reais através das facções de costura do Seridó, que produziram 11,5 milhões de peças, fornecidas para Hering, Guararapes e outras varejistas. A previsão é de que o setor injete 120 milhões de reais em 2019. De acordo com o presidente e demais representantes do setor presentes na reunião, a região tem grande potencial para investir em marcas próprias, além de atuar no mercado private label (terceirização de peças para outras marcas).

Na ocasião, assessora de relações institucionais do IFRN Prof. Patrícia Maia apresentou o projeto da Semana de Ciência, Tecnologia e Extensão do IFRN (Secitex), previsto para 16 a 18 de outubro, em Mossoró.

O secretário Jaime Calado demonstrou entusiasmo com o encontro entre representantes dos setores produtivos e da academia, e explicou que este era o principal objetivo de trazer a Câmara e a Feira Regional de Negócios, Ciência, Tecnologia e Inovação (FENECITI) articulada pela SEDEC. “Esta é uma secretaria de articulação”, enfatizou o secretário. “Em todas as nossas Câmaras Setoriais nós instalamos a ciência e a academia. Vocês estão vendo aqui como isso é importante. Onde a ciência chega, a indústria faz e dá resultado”.

Os participantes da reunião debateram ainda sobre a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa e sobre a produção de carne e abatedouros do RN.

Participaram da terceira reunião ordinária da Câmara Setorial da Indústria: AGN, ASCONF, AFASE, IFRN, UERN, IFRN, BNB, ADESE, SEDEC, SABRAE-RN, FIERN, ACIM, Potigás, Seletec, Seridó Frutas e Slup Sorvetes.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here