Continua a queda de braço entre Rogério e Guedes

Apesar dos gestos de concórdia do ministro Rogério Marinho, o czar da Economia, Paulo Guedes, continua adotando uma atitude hostil em relação ao titular do Desenvolvimento Regional. Foi de Marinho, por exemplo, a iniciativa de bancar o nome de Vitor Eduardo de Almeida Saback, chefe da assessoria parlamentar do Ministério da Economia, para uma ambicionada diretoria da Agência Nacional de Águas (ANA).

O novo diretor da ANA foi premiado por sua dedicação às causas de Paulo Guedes no Congresso. Ele fazia o corpo-a-corpo, no plenário.

Em “retribuição”, o ministro Paulo Guedes retirou a chancela de Rogério Marinho para compor o conselho fiscal do Sesc.

Diário do Poder

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.