Casos suspeitos de chikungunya no RN somaram mais de 13,5 mil em 2019

A chikungunya é uma das doenças mais debilitantes entre as transmitidas pelo Aedes aegypti. Quando apareceu no Rio Grande do Norte, causou confusão na população por ainda ser desconhecida. 

O temor da população é justificado porque, em 2019, 13.596 casos suspeitos da doença foram registrados. São 387 registros para cada 100 mil habitantes do estado. No mesmo período, a suspeita de dengue atingiu 31.724 pacientes suspeitos, ou 904 por 100 mil habitantes. 

A situação, no entanto, pode ser mais grave, em 2020, com a chegada do período chuvoso.  Em 2020, a população do Rio Grande do Norte precisa entrar no combate ao mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika. Essas doenças podem matar. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.