PF pediu a prisão do governador do Amazonas, Wilson Lima, mas Justiça negou

A PF (Polícia Federal) chegou a pedir a prisão do governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), um dos alvos da Operação Sangria, deflagrada na manhã de hoje, para apurar um esquema de superfaturamento na compra de respiradores pela Secretaria de Saúde do estado em meio à pandemia do novo coronavírus.

Porém, o ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Francisco Falcão negou o pedido de prisão de Lima, afirmando que “não havia justificativa no momento”, de acordo com informações de seu despacho autorizando a operação, apurou o UOL junto a duas fontes ligadas à investigação.

Continue lendo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.