Chuva nos 6 primeiros dias de dezembro supera a média do mês em alguns locais do Nordeste

0
44

Entre os 10 maiores volumes de chuva sobre o Brasil acumulados entre a manhã do dia 5 e a manhã 6 de dezembro de 2018, quase todos ocorreram em estados da Região Nordeste, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia. É o que tem acontecido desde o começo de dezembro, quando um vórtice ciclônico em altos níveis (VCAN) e também a passagem de uma frente fria pelo litoral da Bahia, começaram a estimular grandes e fortes áreas de instabilidade sobre a Região Nordeste do Brasil.  

Desde o início de dezembro, fortes pancadas de chuva vêm sendo observadas especialmente sobre o Maranhão, a Bahia e o Piauí, mas também já tivemos chuva volumosa e forte em áreas do sertão e até até de Sergipe.

Chuva de 6 dias supera a média de dezembro

A chuva do início de dezembro de 2018 está sendo tão frequente e volumosa sobre o Nordeste do Brasil que, em vários locais, o volume acumulado nos primeiros seis dias do mês, já é pelo menos metade da média de chuva normal para todo mês de dezembro.

Em alguns locais, como na região de Barreiras, no oeste da Bahia, choveu neste período o equivalente a 88% da média normal de chuva para um dezembro. Em Teresina, capital do Piauí, a medição automática do INMET registrou 200 mm em 6 dias e a média de chuva para dezembro é de aproximadamente 100 mm.  A estação meteorológica automática de Barreiras do Instituto Nacional de meteorologia já acumulou cerca de 180 mm de chuva em 6 dias, a média normal de chuva para dezembro em Barreiras é de aproximadamente 204 mm.

Pelo menos até o fim da primeira quinzena de dezembro, as pancadas de chuva continuam frequentes sobre o Nordeste, mas privilegiando o interior dos estados.

Fonte: Climatempo

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here