Discurso de Bolsonaro na ONU gera enxurrada de críticas

O discurso do presidente Jair Bolsonaro na abertura da 75ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), na manhã desta terça-feira, polarizou os debates no Twitter. Representantes de diferentes orientações políticas foram ao Twitter criticar o discurso presidencial, enquanto apoiadores e membros da base política do presidente elogiaram os temas abordados no discurso.

Na sua fala, que durou cerca de 15 minutos, o presidente defendeu o agronegócio brasileiro e afirmou que o país é “vítima de uma guerra de desinformação sobre Amazônia e Pantanal”.

No pronunciamento, Bolsonaro se eximiu de responsabilidade pelo aumento do desmatamento e das queimadas no país e pelo elevado número de mortos por covid-19, áreas em que o país tem sido contestado internacionalmente.

A ex-senadora pelo Acre e ex-candidata a presidência Marina Silva (Rede) foi ao Twitter acusar Bolsonaro de “mentiras levianas”:

O governador do estado do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) afirmou que Bolsonaro alcançou “deslealdade inédita” em discurso:

Continue lendo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.