Dia Doação de Órgãos é celebrado pela CIHDOTT do HRTM com série de ações

0
22

No dia 27 de setembro comemora-se o Dia Nacional de Doação de Órgãos e para comemorar a data a Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes, do Hospital Regional Tarcísio Maia (CIHDOTT-HRTM), elaborou uma programação especial, com lançamento na manhã desta quinta-feira (19), na sala de reunião do hospital.

O evento do dia de hoje contará com palestra da coordenadora da Organização para Procura de Órgão (OPO), no Rio Grande do Norte, Dra. Zuzelle Freitas de Moura Oliveira, que abordará sobre a função desse órgão em busca de doadores. Em seguida, o Dr. Fernando Albuerne Bezerra, responsável pelo CIHDOTTI, fará um balanço geral da atuação do setor no Tarcísio Maia nos último dois anos.

No domingo (22), na Avenida Rio Branco, às 16 horas, haverá uma sensibilização e conscientização sobre a importância da doação de órgão, com distribuição de panfletos e outros materiais informativos com a população praticante de esportes nesse local, através da sociedade civil organizada, em parceria com o HRTM. Já para o dia 25, quarta-feira, às 9h, na sala de reunião do hospital, ato ecumênico com o tema “Doação de Órgãos”, destinado aos servidores da instituição, familiares de doadores de órgãos e toda comunidade.

Dia 27, sexta-feira, das 7h às 19h, Dia Nacional da Doação de Órgãos, acontecerá sensibilização sobre importância da doação de órgãos no Hospital Tarcísio Maia, através de cartazes e panfletos, em todos os setores do hospital. Também haverá entrega de placas de homenagens aos familiares de doadores, e de certificados aos participantes dessa movimentação.

CIHDOTTI HRTM

A Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgão e Tecidos para Transplantes do Hospital Tarcísio Maia, foi reconstituída em 2 de julho de 2016, formada por uma equipe multiprofissional, coordenada pelo cardiologista Fernando Albuerne Bezerra; Susana Cantídio Mendes, Bruna de Souza Carvalho e Jéssica Saraiva, enfermeiras; João Paulo Nascimento, bioquímico; Symoni Florentino, psicóloga; Telma Ariana Belém, assistente social, e Maria Suzete, técnica de enfermagem.

Fernando Albuerne, coordenador da CIHDOTT/HRTM, disse que nesses dois anos de funcionamento, mais de 100 órgãos foram captados no Tarcísio Maia, sendo enviados para várias regiões do país, salvando dezenas de vidas, daí a importância de manter a população informada quanto a importância da doação de órgãos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here