Em Patu, governadora visita posto de comando da Operação Santuário do Lima

0
41

A atuação de voluntários tem se somado ao Corpo de Bombeiros Militares e à Defesa Civil no combate aos inúmeros focos de incêndios na operação denominada Santuário do Lima, na cidade de Patu. Desde segunda, foram combatidos 317 focos de chamas. Logo que subiu à serra do Lima, no final da tarde desta sexta-feira (20), a governadora Fátima Bezerra se reuniu com o comandante geral do Corpo de Bombeiros Militares (CBMRN) e comandante da operação, coronel Monteiro Júnior, para se inteirar acerca do trabalho que vem sendo realizado ininterruptamente durante a semana para combater o fogo na mata.

“Eu venho aqui agradecer ao povo de Patu e de toda a região pelas lições de solidariedade que vocês nos deram ao longo dessa semana. É assim, de mãos dadas, que vamos construindo dias melhores para Patu e para todo o Rio Grande do Norte. Aos nossos bombeiros militares e aos voluntários, reconhecemos de coração o gesto de bravura e coragem para debelar os focos de incêndio”, disse Fátima. Ela falou após a palavra de agradecimento, seguida de oração, ministrada pelo padre Telmo Feitosa, no Santuário do Lima, dedicado à Nossa Senhora dos Impossíveis.

O Governo do Estado e o CBMRN conseguiram controlar grande parte do fogo, mas segue monitorando e combatendo outros focos de incêndio na serra. Mais de 200 pessoas estão envolvidas na força-tarefa, entre militares e voluntários. Além do combate propriamente dito, os voluntários têm trabalhado para arrecadar donativos.

O coronel Monteiro ressaltou a atuação do voluntariado e afirmou que, em seus 25 anos de carreira, essa foi a primeira vez em que testemunhou uma população tão consciente de seu patrimônio ambiental. “Nós nos sentimos honrados em estar trabalhando com a presença de vocês voluntários. Essa integração é importante e a união tem sido salutar para que consigamos manter o controle e em pouco tempo esperamos cessá-lo”, afirmou.

Segundo ele, o sinistro pode ter sido gerado de várias formas. Desde alguém que tenha lançado fogos de artifício, ou caçador que não apagou sua fogueira, ou uma queimada descontrolada. “É o tipo de incêndio muito difícil de controlar, pois está diretamente ligada às condições no tempo. E estamos no período de seca e na temporada de ventos”, explicou. A mata é densa e seca e entre 400 a 600 metros de altitude.

Durante a reunião, o coordenador da Defesa Civil estadual, coronel Marcos Carvalho, explicou que auxiliou o prefeito Rivelino Câmara a elaborar o decreto de emergência, que vai ajudar na obtenção de recursos federais para reestruturar a Defesa Civil Municipal e criar uma brigada de incêndio com bombeiros civis, treinados pela Defesa Civil Estadual e pelo Corpo de Bombeiros. “Esperamos que não ocorra outro evento desse porte, mas sabemos que estamos numa área propícia a incêndios devido ao período de seca e ventos”, afirmou.

Dentre os bombeiros militares atuantes na Operação Santuário do Lima, há a presença de novos praças formados neste mês, entre eles, a soldado Ana Paula Targino, que estreia na profissão em uma importante missão. “Tem sido um aprendizado gigantesco. Após um ano de treinamento, pegamos justamente esta missão. O terreno é muito acidentado. Temos colocado uma bolsa costal com 20 litros de água. O acesso é difícil, mas é muito gratificante sair de lá sabendo que a gente ajudou pelo menos um pouco a combater o incêndio”, declarou.

O combate ao fogo teve início na Serra do Lima na última segunda-feira (16), por volta das 15h, com equipes do Corpo de Bombeiros das cidades de Pau dos Ferros e Caicó. Mais de 40 militares da capital e de Mossoró foram enviados para somar na força-tarefa junto aos voluntários. Somam à equipe quatro oficiais, sob o comando do coronel Monteiro.

Participaram da reunião com a governadora a deputada estadual Isolda Dantas, o prefeito Rivelino Câmara, os vereadores de Patu, Tiago Queiroga e Ana Carla Cavalcante, e o vereador de Mossoró, João Gentil, que é natural de Patu.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here