Emater-RN e Governo Cidadão finalizam Primeira Jornada de Manejo Integrado

Encerrando a agenda de Manejo Integrado de Pragas – MIP de julho, agricultores da Região do Mato Grande participaram da oficina teórica e prática de “Manejo sustentável de pragas e doenças na cultura da bananeira: experiências exitosas em Rio do Fogo” e com a visita técnica ao assentamento Paraíso São Francisco, em Punaú.

Participaram cerca de 80 pessoas entre agricultores familiares do Rio do Fogo, Ceará-Mirim, Maxaranguape, Touros e São Gonçalo assistidos pela Emater-RN e o Governo Cidadão. A Prefeitura do Rio do Fogo apoio a ação por meio da Secretaria Municipal de Agricultura.

Após a palestra teórica, os agricultores foram a campo visitar a plantação de bananeiras e viram na prática técnicas de manejo com o engenheiro agrônomo/pesquisador da Embrapa – Tabuleiros Costeiros, Marcos Moreira, que explicou sobre o uso de armadilhas ecológicas, demonstrando o tipo telha com a própria bananeira. Também mostrou a armadilha com material reciclado, com garrafas pets ou galão. Falou sobre sigatoka amarela na folha como evitar e tratar. Mostrou e explicou sobre a praga do “moleque da bananeira”. Os agricultores puderam tirar dúvidas e trocar experiencias.

No Assentamento Paraíso São Francisco, em Punaú, 25 sócios, todos agricultores familiares, trabalhando em 85 hectares com a cultura da banana pacovan. O agricultor familiar João Maria Miocheles (Nino), um dos sócios, utiliza o manejo sustentável e nunca usou agrotóxicos na sua plantação. “com o manejo sustentável nossas bananas são mais naturais e não prejudica nossa saúde, tanto de quem planta quanto de quem consome”.

Para o diretor geral da Emater-RN, “A jornada é uma ação estratégica que possibilita os agricultores familiares acesso ao conhecimento e tecnologias do Manejo Integrado de Pragas que é essencial, é uma condição base, para a produção de alimentos saudáveis. O Governo Cidadão tem como uma das ressalvas funcionantes ambientais adoção de tecnologias como essa. O trabalho da Emater-RN com os parceiros vai permitir o agricultor produzir mais e melhor com menos custos.

O Manejo sustentável de pragas é uma alternativa benéfica e em expansão que reduz o uso de insumos químicos e, assim, reduz a poluição ambiental e problemas com a saúde. Está crescendo na sociedade a consciência ecológica e social que demandam mudanças na forma de produção na agricultura, abolindo o uso de agrotóxicos e dando preferência aos meios mais sustentáveis e ecológicos nos processos de plantio. Os consumidores estão cada vez mais preocupados com a saúde, meio ambiente e com os recursos naturais.

Na quinta-feira (11), ocorreu na Emater-RN uma reunião técnica da agenda das oficinas do MIP com a instituição, representantes do Governo Cidadão e o Embrapa para avaliação e planejamento das próximas ações.

A primeira jornada de Manejo Integrado de Pragas é uma ação do Governo do Estado, por meio da Emater-RN com o Projeto Governo Cidadão, utilizando recursos do acordo de empréstimo com o Banco Mundial, e faz parte da execução de uma série de agendas, até janeiro de 2020, voltadas para agricultura familiar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.