Seminário debaterá planejamento territorial e o desenvolvimento regional do RN

Estão abertas inscrições para participação do Seminário “Planejamento Territorial e Desenvolvimento Regional”. O evento irá discutir temas relacionados aos territórios da cidadania, à Região Metropolitana e aos aglomerados urbanos no planejamento governamental. O evento será promovido pelo Governo do RN, através da Secretaria de Estado do Planejamento e das Finanças (Seplan) e organizado pela Coordenadoria da Região Metropolitana de Natal (CRMN) nos próximos dias 18 e 19 de março, na Escola de Governo.

O Seminário pretende debater o planejamento nos dez Territórios da Cidadania, formatados durante a elaboração do Plano Plurianual (PPA 2020-2023) do Governo do Estado. “Queremos elaborar uma estratégia de desenvolvimento regional sustentável e novos entendimentos sobre a Região Metropolitana de Natal visualizando a formação de Aglomerados Urbanos nas regiões do Estado através da integração, do planejamento e da execução de funções públicas de interesse comum”, comentou o titular da Seplan, Aldemir Freire.

Para o coordenador da CRMN, Jan Varela o seminário buscará envolver os atores responsáveis pelo planejamento do Governo do Estado, mas também gestores públicos municipais das prefeituras e pesquisadores das instituições de ensino. “Queremos iniciar uma análise e apresentar soluções de como o Governo Estadual e as prefeituras podem atuar na solução de problemas comuns que as gestões não solucionam sozinhas”, concluiu.

O Seminário conta com a parceria da secretaria estadual de Administração, da Escola de Governo, da Fapern, da Potigás, do programa RN Cidadão, do Observatório da Metrópole/UFRN e da Laproter/UFRN.

A programação completa do Seminário e as inscrições (gratuitas) estão disponíveis neste link: https://doity.com.br/planejamento-territorial-e-desenvolvimento-regional

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.