Caso José Pierre: Mais duas vítimas do militar reformado querem prestar depoimento

Após matéria veiculado no blog sobre a prisão e as acusações contra o militar reformado, José Pierre, duas moças caicoenses, mas, que não residem mais em Caicó, entraram em contato com o blog, para afirmarem que também foram vítimas de José Pierre quando eram crianças.

As duas moças não residem mais em Caicó, hoje moram em estados diferentes, mas tem algo em comum. Foram vítimas de José Pierre.

Uma das jovens contou que quando criança, que frequentava a casa de José Pierre, ele a colocava em uma rede com ele e ficava alisando suas partes intimas, e as vezes usava seu órgão genital para esfregar na vítima.

“Eu ia lá com meus pais as vezes, meus pais eram amigos dele. Por várias vezes ele se deitava em uma rede, me colocava na rede e ficava me alisando. Alisando todo meu corpo, algumas vezes até com o órgão genital dele’. Disse a vítima.

A outra vítima, relatou ao blog, que quando criança morava no bairro Castelo Branco, e as vezes quando brincava em frente à casa de Pierre, via o mesmo com seu órgão genital para fora se masturbando.

“Ele fazia isso na porta da casa dele, sentado em um batente. Eu tinha medo de chegar perto dele, sempre o que o via eu corria”. Disse a moça, uma das vítimas.

Em conversa com as duas moças, deu para perceber que na época do fato, a idade das mesmas eram parecidas entre 6 e 7 anos.

As jovens sabem que pelo tempo, talvez o crime que segundo elas Pierre cometeu já tenha prescrito, mas, mesmo assim ambas relataram que estão disposta a prestar depoimento, tanto ao delegado, como a autoridade judiciaria, caso seja necessário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.