Cearense preso em Caicó já tinha sido denunciado pelo MPCE

O homem que policiais civis da Deicor prenderam nesta quarta-feira (19), em Caicó, era aluno do curso de medicina da UFRN. Ele já tinha sido secretário de saúde em pelo menos duas cidades, Ipaporanga, Alto Santo e Crateús, no Estado do Ceará. Em 2018, o Ministério Público, denunciou Antônio Diego Lima Rodrigues pela prática de improbidade administrativa em virtude de ausência de processo licitatório e não envio do contrato relativo às despesas realizadas com locação de imóvel para funcionamento do Hospital Geral de Crateús, no valor de R$ 196.000,00 (cento e noventa e seis mil).

Ainda na denúncia consta também a ausência de processo licitatório para despesas com exames prestados a pacientes no total de R$ 8.210,00 (oito mil duzentos e dez). Também foi constatada a ausência de processo licitatório para a aquisição de oxigênio engarrafado para uso no Hospital São Lucas no valor de R$ 52.000,00 (cinquenta e dois mil reais).

A outra denúncia diz respeito a irregularidades em processos licitatórios permanentes de despesas. Trata-se de licitações fraudulentas para aquisição de combustíveis para abastecimento da frota de veículos municipal. Segundo as denúncias os atos ilícitos relatados foram praticados pelo ex-secretário de Saúde durante os exercícios financeiros de 2009 a 2011.

Com informações de Sidney Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.