Vereadora é presa e encaminhada à Cadeia Feminina de Mossoró

A vereadora de Angicos Nataly Felipe (PSDB) foi presa hoje dentro da Operação Combustão II, deflagrada nas primeiras horas desta terça-feira, 1º de setembro, pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN).

A investigação apura um esquema de desvios de combustíveis na Prefeitura Municipal de Angicos a partir de evidências de venda do produto pelos agentes públicos a particulares e de abastecimento de carros particulares de agentes públicos às custas do Município. A operação teve o apoio da Polícia Militar.

A  vereadora, que já ocupou o cargo de secretária de Saúde do município, foi presa ao ser flagrada armazenando gasolina em desacordo com as exigências estabelecidas em leis. Ela foi enquadrada por peculato.

Nataly foi conduzida à cadeia feminina de Mossoró onde aguardará decisão judicial.

Contexto

A operação Combustão II é fruto de investigações iniciadas em 2018. Já com a instauração do procedimento investigativo ocorreu uma notícia anônima do esquema, que já era conhecido na cidade de Angicos, de desvio de combustíveis, por frentistas e agentes públicos.

Esse mesmo esquema fraudulento foi alvo da operação Combustão, deflagrada pelo MPRN em outubro de 2018. A suspeita à época era que um posto de combustíveis era palco de crimes cometidos por agentes públicos locais no que se refere ao fornecimento de combustível por parte Prefeitura de Angicos.

Além da prisão em flagrante, a operação Combustão II cumpriu cinco mandados de busca e apreensão, sendo dois deles em Secretarias da Prefeitura de Angicos. Ao todo, 6 promotores de Justiça, 12 servidores do MPRN e 32 policiais militares atuaram na ação. As provas coletadas serão analisadas e remetidas ao Poder Judiciário, para que, oportunamente, seja avaliado o ajuizamento de ação penal.

Com informações do MPRN

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.