O MDB de Caicó na UTI

0
82

O resultado final das eleições 2018 em Caicó, deixou claro através dos números finais, que o MDB de Caicó, está literalmente na UTI.

O diretório do partido precisa urgente buscar na mitologia grega a história da Fênix, que ressurgiu das cinzas. É isso mesmo, o MDB de Caicó, tem de reinventar e ressurgir das cinzas.

Os números apresentados pelas urnas e que refletem o desejo da população, devem sim, chamar a atenção da cúpula do MDB local, é preciso rever muita coisa errada, dentre elas a troca de velhos aliados (Fieis), por novos que não somaram, e ainda deixaram em dúvida, suas fidelidades.

Vamos aos números:   

No primeiro turno se somarmos os votos dos candidatos Adjuto Dias e Nelter Queiroz, ambos do MDB, chegaremos a soma de 5,970 votos. Os dois tiveram 1,940 votos a menos, eu disse a menos, que Vivaldo Costa, que obteve 7,910. Em porcentagem Vivaldo sozinho teve 26%. Já os dois candidatos do MDB juntos tiveram 19,63%

Para o governo do estado foi outra derrota esmagadora, tanto no primeiro, como no segundo turno.

No primeiro turno Carlos Eduardo obteve 8.689 votos ou 30,32%. Ele teve 6,938 votos a menos que Fátima Bezerra, ou seja, a maioria de Fátima Bezerra sobre Carlos, foi de quase sete mil votos.

No segundo turno foi mais esmagadora. A maioria foi de 9,035.  

Segundo turno – Fátima Bezerra 20.520 votos ou 64,11% – Carlos Eduardo 11,485 ou 35,89%.

Isso sem falarmos nos votos de Garibaldi e Walter Alves.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here