PT em busca de sobrevivência

O PT Partido dos Trabalhadores fechou apoio a presidência do Senado ao candidato de Bolsonaro e Alcolumbre.

Após uma reunião entre seus representantes nesta segunda-feira (11), a bancada do PT no Senado Federal decidiu, por unanimidade, apoiar a candidatura de Rodrigo Pacheco (DEM-MG) ao comando da casa legislativa nas eleições de fevereiro.

Pacheco conta com o endosso do atual presidente da casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), conhecido por ter maior proximidade ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Em dezembro, inclusive foi levado por Alcolumbre para um almoço com o mandatário no Palácio da Alvorada.

Agora, o senador de primeiro mandato conta com o apoio de seis partidos para o pleito: PSD (11), PT (6), DEM (5), Pros (3) e Republicanos (3). Caso não haja dissidências nas legendas, já seriam 28 votos. São necessários ao menos 41 para uma vitória em primeiro turno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.