Comando sistematiza composição para tratar do óleo nas praias

0
25

Governo do Estado, por meio do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente – Idema, formalizou na manhã desta quinta-feira (17), o Comando Unificado de Incidentes, como forma de enfrentamento do problema dos resíduos de óleo que têm chegado ao litoral potiguar e que atingem todo o Nordeste. A iniciativa reúne representantes do Meio Ambiente, Ministério Público, Polícia Federal, Marinha, secretarias e órgãos estaduais e municipais, ONG’s, e organizações do setor privado.

De acordo com o diretor geral do Idema, Leon Aguiar, a principal proposta é ver com o que cada instituição pode contribuir nessa questão. “É essencial termos informações alinhadas sobre o que as prefeituras e cada ente vêm realizando acerca dos óleos e elaborarmos um plano estratégico, com responsabilidades específicas, cronograma, com o objetivo real de unir esforços. Podemos melhorar as ações, adotar providências mais substanciais e de forma conjunta”, afirmou o diretor.

Através do Comando será possível a troca e disponibilização de informações, definição de protocolos para contingenciamento das áreas ambientais sensíveis e mitigar os danos causados pelo óleo, de forma mais ágil e articulada. Outro ponto estabelecido durante o encontro foi a definição, por meio da Defesa Civil, que neste momento não há o indicativo para solicitar Estado de Emergência ou Calamidade, pois ainda não existem elementos que comprovem a necessidade destes instrumentos.

A composição do Comando, formado nesta manhã, ficou com a representação de duas prefeituras através da FEMURN (Tibau do Sul pelo Litoral Sul e Maxaranguape pelo Litoral Norte); IDEMA, SEMARH, IBAMA, Marinha, MPF, UFRN/UERN, presentante de uma ONG e Comitê de Bacias Hidrográficas.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here