“Quero me associar à nota postada pela Associação dos Docentes da UFRN (Adurn) – link http://www.adurn.org.br/…/em-nota-adurn-sindicato-repudia-a… – sobre o lamentável ocorrido de ontem”, disse a Senadora. É inconcebível que um ato autoritário e de extrema gravidade como este ocorra no âmbito de uma Universidade como a UFRN.

O poder de polícia foi acionado, não se sabe por quem, sem a autorização da reitoria, para supostamente proteger a exibição de um filme no auditório do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA). Isso fere a soberania da instituição.

Não questiono a livre manifestação ideológica. A Universidade é o espaço para o pluralismo de ideias. Mas não podemos aceitar que setores, ainda mais no âmbito da comunidade acadêmica, venham a ferir sua autonomia. É nosso dever defendê-la.

Esse episódio precisa ser apurado com o rigor da lei e os esclarecimentos devem ser devidamente prestados não só à UFRN, mas à própria sociedade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here