Cruzeta e Jardim do Seridó com riscos de surto de zika, Dengue e Chikungunya

0
18

De janeiro até setembro deste ano, o Rio Grande do Norte apresentou números de incidência de doenças do Aedes aegypti que preocupam as autoridades de saúde. Apenas de zika, foram registrados 941 casos prováveis. É o equivalente a 27 casos de infecção pelo vírus a cada 100 mil habitantes. E a forma como a população tem tratado reservatórios de água – locais propícios para os criadouros do mosquito – tem chamado a atenção da Secretaria de Estado da Saúde.

Como algumas cidades do estado enfrentam épocas severas de seca, os moradores estocam água. E sem cuidados básicos, os mosquitos colocam os ovos nesses armazenamentos destampados.

No Seridó mais dois municípios estão na lista de possível surto de zika, dengue e chikungunya. São eles Cruzeta e Jardim do Seridó.

Cruzeta:

O município há cinco anos está em risco de surto das três doenças, segundo o Levantamento Rápido de Infestação pelo Aedes Aegypti, o LIRA.

Jardim do Seridó:

Jardim do Seridó é um dos municípios do Rio Grande do Norte que mais tem sofrido com a presença do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. Dados do Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti, o LIRAa, apontam que a taxa de infestação do mosquito na cidade já atinge 17,9%.  Os números preocupam as autoridades locais e estaduais, uma vez que entre janeiro e setembro deste ano o município registrou 76 notificações de casos de dengue, 56 de chikungunya e oito de zika.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here