No Seridó, diretores da ANA visitam o complexo de obras de Oiticica

0
69

A maior obra de infraestrutura hídrica em andamento pelo do Governo do Estado, o Complexo de Oiticica, em Jucurutu, recebeu na manhã de ontem (11) a visita de diretores da Agência Nacional de Águas (ANA). O Secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, João Maria Cavalcanti, liderou a comitiva que veio conhecer os trabalhos já executados e o planejamento do Estado para finalizar o empreendimento.

Participaram da visita o diretor de gestão da (ANA), Ricardo Andrade, o superintendente de apoio ao sistema de recursos hídricos, Humberto Gonçalves, o secretário adjunto da Semarh, Carlos Nobre, o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do rio Piancó-Piranhas-Açu, Paulo Varela, o Diretor Administrativo do Dnocs, Gustavo Medeiros, o diretor-presidente do Instituto de Gestão das Águas (Igarn), Caramuru Paiva, representantes de órgãos do sistema de recursos hídricos da Paraíba e equipe de técnicos da empresa supervisora, a KL engenharia.

No canteiro de obras, os diretores participaram de uma apresentação e receberam informações sobre aspectos técnicos, sociais e ambientais do empreendimento. Durante as visitas de campo, a comitiva acompanhou os trabalhos realizados nas duas frentes: a construção do barramento principal, com o local da implantação da tomada d’água suplementar que atenderá às demandas do Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF), e obras da Nova Barra de Santana, atualmente com 48 % de execução.

Para o titular da Semarh, essa visita é fruto da relação que a  Governadora Fátima Bezerra vem estabelecendo com os órgãos federais para defender a conclusão da Barragem e explicar a importância do investimento nas obras que serão interligadas, como o Projeto Seridó.

“A visita é muito relevante porque além de acompanhar a execução do empreendimento, a equipe vem conhecer de perto a realidade da região e também um pouco do trabalho desenvolvido pelos diversos atores. São eles que, lá em Brasília, tomam decisões importantes que dizem respeito a essas obras” frisa João.

A Barragem de Oiticica será o terceiro maior reservatório do Estado. Orçada em 550 milhões de reais, beneficiará aproximadamente 800 mil pessoas em 43 municípios do estado. Com capacidade para 556 milhões de metros cúbicos, vai ofertar água para as regiões do Seridó, Vale do Açu e região Central. Além de receber águas do Eixo Norte do PISF, vai servir de captação para um dos ramais do Projeto Seridó. As obras de execução da parede do reservatório se encontram com um percentual de execução de 74%.

Programação no Seridó

Na tarde de ontem (11), e durante a manhã desta sexta-feira (12), o secretário João Maria Cavalcanti e comitiva participaram da 20ª Reunião Ordinária do Comitê da Bacia Hidrográfica do Piancó-Piranhas-Açu, em Caicó.

Entre os itens da pauta, uma apresentação sobre o cenário hídrico dos principais reservatórios da bacia, bem como se deu as negociações para uso da água até o próximo inverno, e uma explanação pelo técnico do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), Bruno Cravo, sobre as obras em andamento do eixo norte do PISF.

Uma das informações fornecidas por Bruno foi que o orçamento previsto para a construção do Ramal do Apodi é de R$ 2,85 bilhões de reais, com prazo execução é de 48 meses, mas que ainda não foi iniciado o processo de licitação dessa obra.

Na ocasião o comitê também apresentou as atividades prioritárias para o Plano Plurianual 2019/2021. “Agora temos condições cruzar essas informações com as metas planejadas pela Semarh, o que permite uma organização maior e mais chance de, em parceria com o comitê, concretizarmos as ações” frisou João Maria Cavalcanti.

Antes da visita à Oiticica, na tarde da quarta-feira (10), os gestores da ANA, acompanhados do secretário adjunto da Semarh, Carlos Nobre, e do presidente do CBH do rio Piancó-Piranhas-Açu, Paulo Varela, realizaram uma vistoria técnica, na Barragem de Passagem das Traíras. A equipe verificou a execução dos serviços de sondagem do corpo do barramento do reservatório, em andamento pelo Governo do RN, por meio da secretaria.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here