Timbaúba dos Batistas: Paróquia de São Severino Mártir – o sobejo da Diocese de Caicó

0
303

População de Timbaúba dos Batistas, está revoltada cm a decisão do Bispo Diocesano em mudar mais uma vez o pároco local. As redes sociais estão sendo um termômetro quente, para a população divulgar toda sua indignação:

O jovem advogado Laudo Esdr, escreveu um texto em sua pagina do facebook que vem sendo muito comentado:

leia o texto:

Paróquia de São Severino Mártir – o sobejo da Diocese de Caicó

Tenho uma inveja branca dos meus antepassados que viviam numa comunidade eclesial em que os dirigentes da Igreja Católica a considerava como a “Betânia da Diocese de Caicó” . Acredito que nessa época, os dirigentes da Igreja Católica no Seridó ouviam os leigos e lhes consultavam antes de tomar alguma decisão.

Em tempos presentes, infelizmente ouvir os anseios dos leigos, não é corriqueiro no episcopado de Caicó. Pois percebo em várias paróquias padres que vivem em constante conflito com a comunidade, permanecer em guerra anos a fio, detonando a religiosidade daquela comunidade e em outras paróquias, observo padres ser transferidos mesmo tendo desenvolvido extraordinários trabalhos pastorais e por isso, muito amados pela população. Isso só me leva a crer que a Igreja é autofágica.

No caso particular de Timbaúba dos Batistas, em meus 40 anos de idade, nunca vi a administração da diocese de Caicó dando qualquer tratamento de prioridade a nossa comunidade. Os padres que aqui passavam dedicavam a sobra do tempo pastoral de outras paróquias, sempre vivemos de sobejo dos outros.

É claro que por aqui passaram excelentes sacerdotes, mas a efemeridade foi a principal característica desses períodos.

Então, acontece de mais uma vez, um padre conquistar os corações da comunidade, avivar a fé das pessoas e novamente tendo sua passagem caracterizada como um sopro de tão rápida que foi.

Para o Bispo Diocesano de nada adiantou os fiéis pedirem para o padre ficar mais tempo. Pois as conveniências administrativas da diocese são mais importantes do que a vontade e a necessidade do povo de Deus.

Aqui venho expressar minha reprovação pela transferência de Padre Joanilsom Nóbrega de nossa paróquia e apelar que Dom Antônio tenha uma centelha de consideração por nossa comunidade e deixe por algum tempo a mais em nosso meio este padre que fala a língua do povo, que tem o cheiro das suas ovelhas e é muito amado por todos os paroquianos.

Escrevo estas palavras na noite do Natal de 2018 com a esperança de que a Igreja Católica pelo menos uma vez escute a voz do povo que só quer simplesmente ficar mais um tempo junto ao seu amado pastor. Quiçá, a Igreja dos Príncipes teocráticos que olvidam os leigos dê espaço para a Igreja do Povo de Deus, em que o clero tenha a sensibilidade de ouvir a voz dos pequenos e acolham as suas necessidades.

Texto de Laudo Esdra*

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here