Câmara aprova em 2º turno PEC que permite volta do auxílio emergencial

A Câmara aprovou nesta quinta-feira (11) em segundo turno, por 366 a 127, a proposta de emenda à Constituição (PEC) Emergencial. A PEC abre espaço para a volta do auxílio emergencial ao colocar as despesas com o benefício fora do teto de gastos.

Como não foram feitas alterações específicas de mérito, apenas de redação, o texto agora segue para a promulgação do Congresso. Antes, estão sendo feitas análises dos destaques, sugestões de mudança de redação na matéria.

O governo vai editar uma medida provisória solicitando crédito extraordinário para que um auxílio de R$ 250 seja pago de março até junho. Para quem mora sozinho o benefício deve ser de R$ 175 e para mães solteiras, o valor deve ser de R$ 375.

Continue lendo

Gostou? Compartilhe...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Sobre Brasil

Rolar para cima