Coordenadora do PNI tenta fugir de acareação com Luana Araújo

A coordenadora do Programa Nacional de Imunização, Francieli Fantinato, pediu ao STF que derrube sua convocação para uma acareação com a infectologista Luana Araújo na CPI, diz a Crusoé. A sessão está marcada para a próxima quinta-feira (1).

Ela quer o direito de decidir se vai ou não à sessão.

“Fantinato argumenta no habeas corpus que jamais foi chamada a depor na CPI e sublinha que o Código de Processo Penal estabelece que a acareação é admitida somente quando existem divergências em declarações sobre fatos ou circunstâncias relevantes apresentadas por duas pessoas.”

O requerimento para a acareação foi apresentado pelo senador Otto Alencar (PSD-BA). Ele afirma que Franciele editou uma nota técnica do Ministério da Saúde para recomendar que gestantes inoculadas com a vacina da AstraZeneca recebessem a segunda dose de qualquer outro imunizante disponível.

Leia mais aqui.

Gostou? Compartilhe...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Sobre Brasil

Rolar para cima