General que irritou Bolsonaro agora trabalha com Mourão

O general Eugênio Pacelli Vieira Mota, demitido em março da diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados do Exército, agora trabalha no gabinete do vice-presidente Hamilton Mourão, diz Lauro Jardim.

Vieira Mota é o chefe da Comunicação Social da Vice-Presidência.

O general foi o responsável por portarias revogadas por Bolsonaro que definiam regras para o rastreamento de armas e munições.

Na ocasião, ele afirmou que tinha como norte a preocupação com a segurança nacional — e não com “interesses pontuais”.

“Desculpe-me se por vezes não os atendi em interesses pontuais… Não podia e não podemos: nosso maior compromisso será sempre com a tranquilidade da segurança social e capacidade de mobilização da indústria nacional”, justificou o general, referindo-se à pressão de empresários do setor armamentista.

Bolsonaro disse mandou revogar as portarias por elas não se adequarem às suas “diretrizes definidas em decretos”.

Gostou? Compartilhe...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Sobre Brasil

Rolar para cima