Papa envia carta a pai de Henry Borel

O pai do menino Henry, Leniel Borel, e a avó paterna dele, Noeme Camargo, receberam uma carta com mensagens transmitidas pelo papa Francisco.

O documento, assinado pelo monsenhor Luigi Roberto Cona, assessor para assuntos gerais da Secretaria do Vaticano, diz que é “quase um milagre que uma pessoa ferida como Leniel possa encontrar a coragem de recusar ter ódio no coração”.

Em outro trecho, é citado que “a loucura humana levou ao massacre do pequenino Henry Borel”.

A Justiça já aceitou a denúncia do Ministério Público do Rio de Janeiro e decretou a prisão preventiva do vereador Jairinho e de Monique Medeiros, acusados de matar Henry, de 4 anos. Com isso, o padrasto e a mãe do menino viraram réus no caso.

Gostou? Compartilhe...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Sobre Brasil

Rolar para cima