“PT e PCdoB de Caicó precisam voltar às suas fontes”, declara Padre Costa

Depois do médico Salomão Gurgel, histórico líder da esquerda caicoense, declarar neste sábado (15) sua oposição à adesão do PT e PCdoB caicoenses ao projeto de Vivaldo Costa, agora foi a vez de Padre Costa, professor da UERN e primo do próprio Vivaldo, demonstrar contrariedade à iniciativa.

Numa publicação do próprio Salomão em rede social, Padre Costa declarou que “Caicó é uma cidade que parou no tempo, a explicação está no modus operandi da política feita por seus eternos caciques”, ao justificar que a adesão dos partidos de esquerda ao grupo Vivaldista representa um afastamento do discurso que pregavam.

Gostou? Compartilhe...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Sobre Caicó

Rolar para cima