‘Daria minha vida’, diz homem que escalou parede de hospital para ver mãe

Jihad Al-Suwaiti emocionou o mundo com sua história. Nesta semana, o homem de 30 anos escalou as paredes de um hospital palestino para visitar a mãe internada por covid-19. Ela acabou morrendo pela doença, e o filho pediu que as pessoas se cuidassem para que não sentissem a mesma dor que ele.

“Nunca imaginei viver essa situação, perder minha mãe assim. Não desejo isso para ninguém. Senti que o mundo se fechou à minha frente”, disse Jihad em entrevista à emissora Palestine TV.

Jihad ainda contou que não se lembrava como havia tirado forças para encontrar a mãe. “O único lugar para acompanhar era aquela janela. Como cheguei lá? Sinceramente, não sei”, afirmou.

“Se eu tivesse a possibilidade, daria minha vida, minha alma para que ela ficasse viva por mais um tempo. Cuidem dos velhos para não sentir a amargura que senti”, acrescentou.

Rasmi, mãe de Jihad, tinha 73 anos e foi diagnosticada com a covid-19 quando enfrentava uma leucemia. Ontem, em entrevista à CNN Brasil, o irmão do homem, Youssef, disse que a mãe de ambos morreu na enquanto o filho olhava pela janela.

UOL*

Gostou? Compartilhe...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Sobre Mundo

Rolar para cima