Com Hospital de Campanha quase lotado, Álvaro Dias recebe ajuda do Governo do RN pra abrir leitos e nega medidas restritivas

Mesmo diante do atual quadro de esgotamento de leitos críticos (semi-intensivos e UTI) para pacientes com covid-19 na Região Metropolitana de Natal, o prefeito da capital, Álvaro Dias (PSDB), decidiu não adotar medidas restritivas para frear a disseminação do novo Coronavírus. Em suas redes sociais, o tucano anunciou que vai abrir 10 novos leitos de UTI no Hospital Municipal de Campanha, estender o horário nos Centros de Profilaxia de atendimento a pacientes com suspeita de covid-19 que passarão a funcionar, também, durante os finais de semana, além de realizar campanhas educativas para reforçar o uso da máscara e higienização das mãos.

Os equipamentos para a abertura dos leitos serão emprestados pelo Governo do Rio Grande do Norte. De acordo com o secretário de Estado de Planejamento e das Finanças Aldemir Freire, a governadora Fátima Bezerra autorizou o empréstimo de 10 ventiladores, 10 monitores e 40 bombas de infusão para ampliação dos leitos do hospital de Campanha de Natal, numa parceria com o município.

Na manhã de ontem sexta (19), sete hospitais no Estado estavam com 100% de seus leitos críticos ocupados. Além disso, mais quatro unidades seguiam na mesma direção com 90% ou mais de taxa de ocupação. A Região Metropolitana de Natal continua sendo a mais preocupante com média geral de 85,92% de ocupação. Em seguida, vem o Seridó com 77,14% e a Região Oeste com 71,60% de ocupação. O Rio Grande do Norte tem um total de 80,23% de seus leitos críticos ocupados.

Hospitais com 100% dos leitos críticos ocupados:

Hospital Giselda Trigueiro – Natal;
Hospital Manoel Lucas de Miranda – Guamaré;
Hospital Maternidade do Divino Amor – Parnamirim;
Hospital Regional de João Câmara;
Hospital Regional Lindolfo Gomes Vidal – Santo Antônio;
Hospital Regional Nelson Inácio dos Santos – Açu;
Unidade Materno Infantil Integrada de São Paulo do Potengi.

Outras unidades com alta taxa de ocupação de leitos críticos para pacientes com covid-19:

Hospital de Campanha Covid-19 (Natal) – 96,30%;
Hospital Colônia Dr João Machado (Natal) – 93,10%;
Hospital Regional Alfredo Mesquita (Macaíba) – 90%;
Hospital Regional Dr Cleodon Carlos de Andrade (Pau dos Ferros) – 90%

Saiba Mais RN*

Gostou? Compartilhe...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Sobre Natal

Rolar para cima