Semarh discute convênio para implantação de sistemas de aterro sanitário

Na manhã de hoje (18), O secretário João Maria Cavalcanti e equipe da Coordenadoria de Meio Ambiente e Saneamento (Comeas) se reuniram com a prefeita de Riacho da Cruz, Bernadete Rêgo, e o prefeito de Lagoa Nova, Luciano Santos, para discutir o andamento de um convênio que contempla a implantação dos sistemas de aterro sanitário do Alto Oeste e Seridó. Os gestores municipais também presidem o Consórcio Intermunicipal de Resíduos Sólidos das suas regiões.

“Com a retomada do convênio no valor de R$ 22 milhões com a Funasa precisamos discutir a expectativa de cada consórcio na operacionalização dos aterros, uma vez que eles já levantaram a possibilidade de participação da iniciativa privada nesse processo” explica o Secretário.

A Semarh já elaborou o projeto executivo do sistema de aterro sanitário e das estações de transbordo do Seridó e o projeto básico do aterro sanitário que vai atender 44 cidades da região Alto Oeste. “Solicitamos uma audiência na Funasa para discutirmos a forma de participação de cada um dos entes envolvidos, na aplicação dos recursos do convênio” frisa Robson Henrique, Coordenador da Comeas.

Além da contrapartida a ser dada pelo Governo do Estado, após a procura dos representantes municipais do Consórcio do Alto Oeste por apoio, a governadora Fátima bezerra se comprometeu a arcar com metade dos custos dos estudos ambientais (elaboração de EIA/RIMA) para o licenciamento ambiental da área onde será implantado o Aterro Sanitário de Pau dos Ferros.

Gostou? Compartilhe...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Sobre Notícias

Rolar para cima