Comerciante é sequestrado e morto com requintes de crueldade

O corpo do comerciante juazeirinhense Gentil Nascimento, do ramo de panificação, 55 anos, foi encontrado na manhã desta segunda-feira (7) em avançado estado de decomposição, sob as águas do Açude da Pedreira, por trás do Distrito dos Mecânicos, em Mamanguape, no Litoral Norte da Paraíba.

As mãos do juazeirinhense estavam amarradas para trás e uma pedra de tamanho médio também amarrada aos seus pés.

Gentil saiu de casa, no Distrito de Várzea Nova, em Santa Rita, na Grande João Pessoa, na sexta-feira (4) à tarde, dizendo à esposa que iria colocar lenha no forno da padaria e, depois, passaria no Atacadão para fazer algumas compras.

A última vez que ele conversou com a mulher por telefone, foi por volta das 19 horas de sexta-feira.

Depois disso, não houve mais contato do comerciante com ninguém.

Seu carro, um Ecosport, foi visto na cidade de Mamanguape, onde seu corpo foi encontrado dentro do açude.

A polícia trabalha com a hipótese de que Gentil teria sido sequestrado e morto por bandidos.

Gentil atuou durante anos como proprietário de um mercadinho em sua terra natal, Juazeirinho, mas há alguns anos deixou a cidade e atualmente residia em Santa Rita, onde era dono de uma padaria no Distrito de Várzea Nova.

A população de Juazeirinho está chocada com a tragédia, haja vista que a família Nascimento é muito querida no município.

Língua de Aço

Gostou? Compartilhe...

Mais Sobre Policial

Rolar para cima