Sétimo suspeito de envolvimento em morte de PM em Malta é preso

O sétimo suspeito de envolvimento na morte de um policial militar em Malta, na Região Metropolitana de Patos, foi preso no domingo (1º), após se apresentar à polícia. De acordo com a Polícia Civil, que acompanha o caso, o homem seria o que aparece nas imagens de circuito de segurança entrando em luta corporal com o PM antes dele ser morto a tiros por outro suspeito. Ele teria se apresentado no domingo com dois advogados, no presídio de Patos.

O cabo Manoel Messias Paulino, de 44 anos, foi morto na noite da quarta-feira (28). Segundo informações da Polícia Civil, o PM foi morto a tiros por um homem depois de entrar em luta corporal com outro homem. Após diligências na manhã da quinta-feira (29), pelo menos quatro suspeitos de envolvimento no crime haviam sido presos. Já suspeito de atirar no PM foi morto durante confronto com a polícia.

Segundo a polícia, o suspeito preso neste domingo (1º), foi identificado como Alexandre Dias Oliveira. Ele estava foragido desde o dia do crime, mas se apresentou com advogados. Como já havia um mandado de prisão em aberto contra ele, ele ficou detido no presídio de Patos.

Vídeo mostra PM sendo morto a tiros após luta corporal

Imagens de circuito de segurança registraram o momento em que o policial militar foi morto a tiros na noite da quarta-feira (28). Pelo vídeo, é possível perceber que, antes de ser morto, o PM entrou em luta corporal com um homem.

A polícia ainda está ouvindo testemunhas para entender a dinâmica do crime, mas o delegado seccional de Patos, Yuri Givago, explicou que a motivação para a execução foi “a atuação veemente da vítima no combate ao tráfico de drogas”.

G1 PB

Gostou? Compartilhe...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Sobre Policial

Rolar para cima