Lula disse que não vai tratar PDT como inimigo e assume que quer Ciro Gomes como aliado

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse neste sábado (12.jun.2021) que o PT não vai tratar como inimigo o PDT, partido de Ciro Gomes, possível concorrente na campanha presidencial de 2022. Segundo o petista, não há tratativas entre as duas legendas para formar uma aliança contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Apesar disso, Lula disse que na política “nada é impossível”. As informações são do jornal O Globo.

“Se o PDT decide que o Ciro é candidato, é um direito do PDT. Da nossa parte, nós jamais trataremos o PDT como inimigo. O PDT é um adversário eleitoral, e a gente vai disputar da forma mais civilizada possível. Não vamos aceitar nenhuma provocação. Não vamos ter nenhuma agressão. E eu continuo dizendo que, apesar das críticas, eu tenho respeito e admiração pelo Ciro Gomes”, afirmou o petista.

Lula também afirmou não saber se é possível uma aproximação com Ciro. “Só o tempo é que vai se encarregar e ver o que vai acontecer. Da nossa parte, é isso que nós queremos”, declarou.

Gostou? Compartilhe...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Sobre Politica

Rolar para cima