Voto útil: 60% dos eleitores de Ciro Gomes votariam em Lula para derrotar Bolsonaro, mostra pesquisa BTG/FSB

Pesquisa telefônica contratada pelo banco de investimentos BTG Pactual junto ao Instituto FSB mostra que apesar dos ataques contra o ex-presidente Lula (PT), boa parte dos eleitores de Ciro Gomes (PDT) admitem a possibilidade de optar pelo ‘voto útil’ no petista na eleição presidencial deste ano para barrar a reeleição de Jair Bolsonaro (PL).

De acordo com o levantamento, 61% do eleitorado do pedetista admite a possibilidade de optar pelo chamado “voto estratégico”, contra 38% que dizem que não mudarão o voto.

A pesquisa mostra que dentre os eleitores de Ciro que admitem a possibilidade de voto útil, 60% afirmam que votariam em Lula para inviabilizar a reeleição de Bolsonaro. Outros 14% disseram que votariam em Bolsonaro contra Lula. 26% disseram que não votariam nem em Lula e nem em Bolsonaro.

A pesquisa telefônica ouviu 2.000 pessoas entre 22 e 24 de abril. O nível de confiança é de 95% e a margem de erro é de dois pontos percentuais. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o código BR-04676/2022.

Gostou? Compartilhe...

Mais Sobre Politica

Rolar para cima