Governo entrega cestas para artistas de circos e anuncia investimentos na cultura

RN Chega Junto destina 100 cestas básicas para comunidade circense; editais atenderão 19 circos no estado

A comunidade circense, assim como toda a sociedade, enfrentou a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) com muita dificuldade. Há sete meses com picadeiros vazios, os artistas trocaram as roupas coloridas por empregos temporários e a batalha no comércio informal.

Para ajudar os grupos a atravessarem o momento atribulado, o Governo do Estado, por meio do programa RN Chega Junto, destinou 100 cestas básicas para 16 circos instalados em 14 municípios potiguares e também lançará em breve editais, que representam investimento aproximado de R$ 950 mil, para investimentos e reestruturação dos grupos.

A entrega simbólica das cestas do Governo para a Associação Potiguar de Circo (Apocirco), que representa a comunidade circense, foi feita na tarde desta quinta-feira (1º) debaixo da lona do Circo Saturno, levantada no bairro Lagoa Azul, Zona Norte de Natal. Na presença de representantes dos vários circos beneficiados pelo RN Chega Junto, a governadora Fátima Bezerra e a equipe de Governo envolvida na ação assistiram uma apresentação da Família Saturno, envolvida com o circo há quatro gerações, com números de trapézio, malabares e brincadeiras com os palhaços para marcar o momento especial.

“Essa ação não é um favor, é apenas a obrigação do Governo. O nosso compromisso é avançar cada vez mais no sentido de garantir à família circense do Rio Grande do Norte o respeito que ela merece. No que depender de mim e de minha equipe, não mediremos esforços. A utopia que o circo carrega também carrego junto”, afirmou a governadora.

Para Luciano Roberto, líder da Apocirco, a ação do Governo do Estado em manter as atividades paralisadas durante a pandemia foi bem sucedida. “Essa ação do Governo foi importante para salvar muitas vidas. Agora, porque isso foi uma medida feita da maneira correta, estamos recebendo esse auxílio e podemos voltar a trabalhar”, disse Luciano, mais conhecido no meio circense como Palhaço Cebolinha.

As cestas serão entregues pelo programa RN Chega Junto para circos em Natal, Parnamirim, Assu, Ceará-Mirim, Apodi, Touros, Monte Alegre, Nova Cruz, Pendências, São Miguel, Taipu, Tangará, Cerro Corá e São João do Sabugi.

O RN Chega Junto engloba um investimento de R$ 8,8 milhões em seis ações de assistência emergencial durante o período de pandemia. Apenas em cestas básicas, até dezembro, serão aplicados recursos para aquisição de 60 mil kits, incluindo 315 toneladas em produtos da agricultura familiar do RN.

ALDIR BLANC

A governadora aproveitou o encontro com a comunidade circense para anunciar investimentos para o setor. Os editais, via Lei Aldir Blanc, estão sendo finalizados e contemplarão diversas áreas da cultura com mais de R$ 17 milhões.

Para os circos serão destinados ao menos R$ 950 mil em prêmios, divididos em duas etapas: R$ 20 mil para fomento e mais R$ 30 mil em investimentos, atendendo 19 comunidades circenses em todo o estado. Os grupos que desejarem fazer oficinas circenses ainda terão acesso a mais R$ 7,5 mil.

“Durante a análise dos editais, a governadora determinou que fosse ampliado o prêmio para investimentos, pois o valor anterior não contemplava sequer a compra de uma lona. Por isso aumentamos o valor”, explicou o diretor geral da Fundação José Augusto (FJA), Crispiniano Neto.

A representação da comunidade circense ainda entregou uma proposta de retorno dos picadeiros em todo o estado, que a governadora ordenou o encaminhamento para apreciação do Comitê Científico.

Gostou? Compartilhe...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Sobre Rio Grande do Norte

Rolar para cima